sábado, março 22, 2008

CML recebe Proposta para Acalmia de Tráfego na cidade e Implementação de Rede Ciclável

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) apresentou hoje, terça-feira dia 18 de Março, na Câmara Municipal de Lisboa (CML) uma proposta para a elaboração duma carta ciclável na cidade. O documento agora entregue na Câmara foi pedido em Novembro passado pelo vereador da mobilidade da CML, Dr. Marcos Perestrello, aquando da reunião que teve com a FPCUB.

O documento consiste na apresentação de princípios e orientações que têm sido adoptados em diversas cidades europeias, e não só, com vista à promoção de uma mobilidade sustentável que abarque vários objectivos, tais como ambientais, de saúde e bem-estar, descongestionamento das vias e libertação de espaço público, melhorando assim as condições de circulação e de fruição da cidade através dos modos suaves, como é a bicicleta.

A proposta inclui ainda um mapa de rede ciclável para Lisboa onde o princípio seguido foi o de aproveitar a rede viária existente, apontando medidas que visem a integração da bicicleta nas vias de circulação rodoviária. Esta estratégia vai ao encontro das necessidades sentidas pelos utilizadores de bicicleta actuais, que circulam diariamente por Lisboa, tal como foi referido no inquérito realizado pela FPCUB em 2007 e cujos resultados também integram o documento agora apresentado.

Ao mesmo tempo, a estratégia apresentada tem em conta as dificuldades financeiras que a CML atravessa, propondo medidas de fácil execução e sem grandes custos – como é a implementação de sinalização vertical e horizontal – em vez de grandes obras e investimentos, por exemplo, na construção de vias próprias para bicicletas.

A FPCUB reitera a necessidade urgente de se criarem condições de segurança para a circulação de bicicletas nas cidades portuguesas. Em Lisboa, torna-se ainda mais importante investir neste meio de transporte urbano face ao aumento do número de utilizadores de bicicleta que se tem verificado nos últimos anos. No entanto é igualmente necessário promover políticas de âmbito nacional, como a revisão ao Código da Estrada, no sentido de reforçar a prioridade de quem circula em bicicleta ou noutros meios de transporte não-poluentes, em detrimento dos veículos motorizados. Recorde-se a recente morte de dois jovens utilizadores de bicicleta, com 15 e 20 anos, ocorridas em Março de 2008, que resultaram respectivamente de acidentes com um automóvel que circulava em contra-mão e com um camião que circulava dentro de uma rotunda.

Proposta de Carta Ciclável

Mapa da Carta Ciclável

fonte: http://www.fpcub.pt/portal/index.php?option=com_content&task=view&id=214&Itemid=2

5 comentários:

Aluguel de Computadores disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Aluguel de Computadores, I hope you enjoy. The address is http://aluguel-de-computadores.blogspot.com. A hug.

Daniel Fernandes disse...

criei também recentemente um blog sobre este tema "de bicicleta pra todo o lado" em www.bicicletasempre.blogspot.com e vou tornar-me sócio da fpcub pois estas propostas são muito interesantes. espero vê-las alargadas a outras cidade. eu sou de Guimarães e estudo em Coimbra onde gostava de ver mais coisas feitas...

Parabéns pelo blog, muito interessante

miguel disse...

Só agora tive pachorra de ver com atenção os documentos.
Muito boa proposta. Quem é que a fez (dentro da FPCUB)?

Anónimo disse...

acho que foi o ricardo sobral, o autor deste blog.

este blog está um pouco parado. para quando mais coisas?

Ricardo Sobral disse...

Aproveito para esclarecer:

1 - Não fui eu quem fez esta proposta.

2 - A proposta foi desenvolvida pela FPCUB com a ajuda de vários dos seus colaboradores (sócios, técnicos e simpatizantes). Os direitos de autor pertencem, portanto, à instituição e não a nenhum dos seus colaboradores em nome individual.

3 - Como sou sócio e colaborador da FPCUB, também dei o meu contributo para esta proposta, que se resumiu a fornecer alguns dos dados que são apresentados sobre a utilização da bicicleta em Lisboa, além da revisão final do documento.

4 - Este blogue tem estado pouco activo devido à minha falta de tempo nos últimos meses. Melhores tempos virão!